Blog Bowe Blog Bowe
gestão de dados
Vendas B2B

Boas práticas da gestão de dados em Marketing e Vendas

A gestão de dados em marketing e vendas tornou-se fundamental para empresas que desejam aumentar o faturamento e tornar-se cada vez mais competitivas no mercado. Diferente de alguns anos atrás, todas estratégias podem ser criadas ou otimizadas com base em indicadores e evidências.

Atualmente, milhões de dados são gerados diariamente. A diferença entre empresas de alta performance e aquelas que continuam utilizando instintos e crenças está na forma com que os números são utilizados para alavancar negócios.

Uma pesquisa realizada pelo Google e publicada no “Think with Google” mostrou que empresas com maturidade digital lucram mais e gastam menos. 

Mas, como atingir a maturidade através de boas práticas da gestão de dados em marketing e vendas? Leia o artigo completo e saiba mais.

Quais são as áreas de Marketing e Vendas?

Para começar, vamos falar sobre a atuação de marketing e vendas em diferentes áreas para atingir resultados nos negócios. 

O marketing é responsável pela geração de demanda em diferentes plataformas através de estudos de cliente-ideal (ICP), persona, segmentações e estratégias para funis de conversão. Geralmente, o profissional de marketing atua no:

  • Fortalecimento de marca e brand awareness;
  • Pesquisa de mercado;
  • Inbound marketing;
  • Campanhas;
  • Anúncios.

Já o profissional de vendas, é responsável por receber ou encontrar os contatos e entender profundamente quais são as necessidades do lead e como a empresa pode ajudá-lo. Na rotina do vendedor é comum o direcionamento de esforços para:

  • Outbound marketing ou prospecção ativa;
  • Qualificação e nutrição de leads;
  • Apresentações;
  • Negociações;
  • Pesquisas de mercado e clientes.

Apesar das áreas diferentes, em um ciclo de vendas focado em obter os melhores resultados, quanto maior a integração, melhor. E é aí que chegamos no assunto do artigo de hoje: “gestão de dados em marketing e vendas”. 

Integração na Gestão de Dados em Marketing e Vendas

Pode parecer muito complexo fazer o time de marketing caminhar ao lado de vendas e vice-versa, certo? Entendemos que são profissionais motivados por KPIs (indicadores de desempenho) diferentes e rotina de trabalho distintas. 

Mas, é preciso deixar claro que, as áreas de marketing e vendas possuem o mesmo propósito ao final do dia: aumentar as vendas e a receita da empresa.

Uma mudança cultural e a quebra de paradigmas pode impulsionar os negócios através de práticas data-driven, ou seja, com decisões baseadas em coleta e análise de dados. Conheça as principais a seguir. 

Transforme a cultura da sua empresa

Se você estava esperando uma solução mágica para sua empresa começar a utilizar dados de forma inteligente, sentimos dizer que é preciso começar pela mudança da cultura empresarial. A maioria dos negócios, tanto B2C quanto B2B, iniciam mudanças na coleta e tratamento de dados sem investir na capacitação, conscientização e organização interna.

Todos colaboradores, principalmente marketing e vendas, devem entender que gerir dados é bom para todos. Caso contrário, a tarefa será vista como algo irrelevante ou trabalhoso, criando ruídos e baixa aceitação do time.

Em uma matéria publicada na Computer World, um dos grandes desafios para empresas pós-pandemia será manter a integração de times remotos e o desenvolvimento de novas habilidades dos colaboradores. O mercado está em constante mudança e os que se tornarão relevantes serão àqueles que não medirem esforços para gerir dados e pessoas de forma eficiente.

Uma boa gestão de dados em marketing e vendas precisa fazer com que as informações transitem em diferentes áreas, gerando insights e reconhecimento de oportunidades para a empresa. 

Utilize a Tecnologia para Gerir Dados

Utilizar softwares e ferramentas para fazer uma gestão de dados funcional é uma prática que deve ser adotada por profissionais e empresas. Hoje, existem soluções que permitem acompanhar toda a jornada de atração até a conversão em vendas.

A tecnologia também permite que metas e indicadores sejam claros e assertivos na hora do profissional de marketing identificar um MQLMarketing Qualified Leads e definir quais já estão na etapa do funil “quentes” o suficiente para se tornarem SQLSales Qualified Leads, tornando-se preparados para que o profissional de vendas entre em ação.

Além disso, um dashboard de relatórios, por exemplo, permite saber o número de leads gerados, o que é importante para análises de performance. Mas, também permite ir além, mostrando quanto custou cada lead e quais plataformas com anúncios veiculando dão o melhor resultado. O uso de tecnologia para gestão de dados em marketing e vendas coloca a empresa em um nível mais alto de análise de dados.

Para tornar as estratégias mais assertivas, empresas apostam em ferramentas para análise e automação dos dados com possibilidade de customização em escala. 

Aposte em boas ferramentas de Marketing e Vendas

Nos últimos anos, a Bowe ajudou empresas B2B a alcançarem alto nível de maturidade em marketing e vendas através da integração entre inteligência em marketing, vendas, tecnologia, dados e processos.

A forma com que entregamos os projetos foi fator determinante para conquistar números surpreendentes. E chegou um momento em que não fazia mais sentido não compartilhar nossa inteligência em dados, marketing e vendas com o mercado.  

Foi assim que surgiu o We.Dash, uma plataforma com relatórios unificados para que equipes de marketing e vendas possam visualizar todas as informações de forma rápida e fácil. 

Menos tempo, mais assertividade nas tomadas de decisão. Você também pode ter todos os dashboards de marketing, vendas e growth em um só lugar. Clique aqui e conheça o We.Dash by Bowe!



Autor

bowe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *