Transformação Digital: como se preparar para o futuro?
Bowe experience

Transformação Digital nas empresas: como se preparar para o futuro?

Seja qual for o plano da sua empresa para crescer no futuro, a nossa primeira dica é: não se esqueça da Transformação Digital.

Um resumo do que você vai encontrar por aqui:

  • Transformação Digital é muito mais que investir em tecnologia, pois é também se preocupar com o cliente;
  • Para se alcançar à Transformação Digital, é preciso redefinir o processo operacional da empresa;
  • O nascimento e a morte de uma empresa se tornou muito mais rápido; 
  • Até 2023, quase 1/3 das empresas que fazem parte do G2000 vai ter implementado processos operacionais digitais avançados.

Longe de ser algo completamente novo, a Transformação Digital tem provocado diversas mudanças no mercado desde que se começou a discutir sobre o assunto. 

É só parar para pensar em como as pessoas têm utilizado a tecnologia hoje em dia. Tem de tudo: app para uso de estacionamento rotativo; uso de serviços SaaS; mobilidade por uso de Inteligência Artificial. 

Com milhares de novidades (como essas) surgindo a cada dia, a Transformação Digital nas empresas “transformou” não apenas o comportamento dos clientes, mas também todo um cenário de crescimento, que está mais competitivo e inovador. 

Por isso, vem a pergunta: 

Afinal, como se preparar para o futuro da Transformação Digital?

Neste artigo, nós vamos mostrar como você pode fazer sua empresa crescer com base nas ferramentas de TD mais usadas; na importância dos seus colaboradores e na previsibilidade dos dados. 

Não é apenas sobre tecnologia

A Transformação Digital nas empresas envolve muito mais que isso. 

Não foi à toa que decidimos começar este artigo com esse assunto. Talvez você não saiba (ainda), mas falar sobre Transformação Digital nas empresas não é falar somente de Tecnologia. 

Uma coisa tem a ver com a outra? Obviamente. Mas isso é tudo? Não porque antes de implementar qualquer processo tecnológico, sua empresa deve pensar nas pessoas. 

E aqui vai uma verdade:  

“Transformação Digital só faz sentido quando sua GRANDE NOVIDADE proporciona uma GRANDE EXPERIÊNCIA ao usuário.”

Você pode estar se perguntando: mas qual é a ligação entre Transformação Digital e experiência do usuário?

Simples! O comportamento do consumidor serve de guia para as empresas na era digital. A Salesforce, por exemplo, fez recentemente um levantamento que apontou que mais de 70% dos consumidores acham que as empresas deveriam prestar mais atenção às suas expectativas e necessidades. 

Esse mesmo estudo também mostrou que 67% dos compradores de negócios já afirmaram ter trocado de fornecedor por preocupação com a experiência que seus usuários teriam com o serviço. 

Uma outra pesquisa feita pelo IDC (International Data Corporation) com 2 mil multinacionais destacou que 1/3 dos CEOs pretende mudar o seu foco em técnicas convencionais para implementar estratégias mais modernas e digitais. 

O objetivo é melhorar a experiência do consumidor até o final deste ano. 

E o que acontece, em geral, quando uma empresa coloca as necessidades do cliente em primeiro lugar? Ela ganha seguidores fiéis que, consequentemente, atraem mais compradores para sua marca.

Cuidado que vem de dentro

Como você viu, a matemática é simples e gera resultados, inclusive, dentro da própria empresa. Quando falamos sobre a importância das pessoas para a Transformação Digital também não podemos nos esquecer dos colaboradores que fazem essa roda girar. 

Por isso, antes mesmo de você pensar no usuário final, leve em consideração o que as pessoas que trabalham com você têm a dizer

Acredite, isso faz muita diferença. Lembre-se sempre de que colaboradores também são consumidores que, assim como seus clientes, evoluem e ajudam a redefinir o comportamento de todo o mercado. 

E não é apenas sobre experiência do usuário

Conheça outros dois pilares indispensáveis para a Transformação Digital na sua empresa. 

Transformação do Processo Operacional 

Apesar de as expectativas e necessidades dos consumidores serem essenciais para o sucesso dos negócios, para fazer sua empresa crescer de verdade (hoje e amanhã) você precisa entender que não se muda nada sem antes redefinir o processo operacional da empresa. 

Desde Henry Ford e o modelo T, o automóvel que revolucionou a indústria mobilística, o mercado entendeu com mais clareza que tão importante quanto desenvolver um produto eficaz era aperfeiçoar a qualidade dos processos internos para melhorar a qualidade e eficiência desses mesmos produtos. 

“Quality means doing it right when no one is looking.” 

Henry Ford

Infelizmente, esse é um ponto que muitos esquecem. Processo Operacional é mais do que tudo entregar valor em cada etapa da Transformação Digital nas empresas. 

É melhorar o fluxo de informações entre as partes envolvidas e valorizar a colaboração e o trabalho em equipe.

Um exemplo disso é a metodologia Agile que tem como foco o cliente e a otimização dos recursos.  Para a Agile, vale mais um software que funciona bem e atende às necessidades da empresa e do cliente do que um monte de papel que vai ficar empilhado, contribuindo para mais burocracia. 

Essa ideia de fazer as coisas com mais eficiência tem influenciado milhares de profissionais a criarem fluxos de trabalho com atualizações contínuas. 

Inclusive, foi dos conceitos da Agile que nasceu o framework Scrum, que divide e prioriza o backlog em problemas menores de alto valor agregado.

Transformação do Modelo de Negócios

Nós já falamos sobre a importância de colocar o cliente em primeiro lugar e mostramos que aperfeiçoar os processos internos também faz parte do trabalho. Agora, vamos focar em como o modelo de negócios da sua empresa faz a diferença nesse jogo. 

Você já imaginou como seria sua vida sem os serviços da Waze? Já parou para pensar em como o Airbnb surgiu? 

Sabe o que essas empresas têm em comum? A inovação disruptiva, um fenômeno que transforma um mercado ou setor que já existe por meio de três armas imbatíveis: a simplicidade, a conveniência e a acessibilidade.

Recentemente, a consultoria Accenture fez um estudo que reuniu 10 mil balanços de empresas de 18 setores. Os resultados mostraram que entre 2011 e 2018, os setores de energia e varejo (impulsionados pelo comércio eletrônico) apresentaram maior disrupção no país. 

Os indicadores utilizados mostram que setores com taxas de disrupção mais baixas são os mais vulneráveis às transformações. 

Se no passado, tínhamos as locadoras de VHS para ver filmes em casa com a família ou com os amigos, hoje nós temos a Netflix. E amanhã, o Disney+, que está chegando para bater de frente com sua maior concorrente. 

A era digital é assim. Ela fez com que o nascimento e a morte de uma empresa se tornassem muito mais rápidos. 

Por isso, para sobreviver e triunfar no mercado por mais alguns anos, seu negócio tem de pensar além da inovação disruptiva. É preciso ficar atento aos próximos passos dos seus concorrentes, ver onde eles estão falhando. 

É aí que você vai acertar. 

Previsibilidade de dados: a ciência do crescimento

Desvende o que está por vir com as informações certas.  

Se tem uma coisa que CEOs, diretores e gerentes de empresa precisam ter em mente é que é impossível falar sobre o futuro dos negócios sem passar pela previsibilidade de dados

É bem provável que você já saiba o que ela é ou conheça seus principais benefícios, mas não custa nada explicar. 

Previsibilidade de dados consiste na aplicação de modelos matemáticos que ajudam a identificar comportamentos e tendências de mercado. 

E como ela se liga à Transformação Digital na sua empresa? Por meio da tecnologia, que usa algoritmos para descobrir padrões num cenário futuro, assim como ocorre na Previsão ou Geração de Demanda

O mais legal sobre essas informações é que elas podem ser aplicadas em diferentes áreas da empresa como o financeiro e o marketing

Ou seja, nenhuma decisão é tomada com base no “Eu acho que…”. Tudo é feito com dados, tornando as escolhas mais assertivas. A probabilidade de você acertar é grande, o que consequentemente contribui para o sucesso das ações da sua empresa. 

3 modelos preditivos da Previsibilidade de Dados

1) De previsão: 

Aqui, usamos os históricos da empresa para prever acontecimentos no futuro. É bem utilizado na gestão de estoque, por exemplo. 

2) De decisão:

Este modelo preditivo combina algumas variáveis com o objetivo de detectar a melhor opção entre várias alternativas. Setores de análise de investimentos costumam usar bastante porque dá para comparar projetos e os ROIs de cada um deles.   

3) De descrição: 

Combinação de comportamentos para descobrir uma ou várias relações entre duas variáveis. A vantagem desse tipo de modelo é poder analisar fontes de tráfego de um site e ao mesmo tempo o número de conversões. 

A importância da Previsibilidade de Dados

Longe de ser apenas um emaranhado de números, a previsibilidade de dados, quando a aliada à Transformação Digital na sua empresa, influencia diretamente a sua tomada de crescimento num cenário futuro. 

Prever situações significa usar o máximo que a tecnologia pode oferecer para contornar perdas que daqui a algum tempo seriam irreparáveis. 

Com ela, você pode estudar melhor o comportamento dos seus clientes, analisando, por exemplo, se o lifetime value aumentou ou diminuiu. 

Se diminuiu, o que você pode tirar daí? Que é necessário apostar em ações de retenção para segurar esse cliente por mais tempo. 

O amanhã ainda não chegou. Mas você precisa estar preparado hoje!

Há não muito tempo, o IDC revelou por meio de uma pesquisa de mercado que os investimentos em Transformação Digital chegariam à marca de US$2 trilhões em 2022. 

Tanto dinheiro assim só nos diz uma coisa: a TD é a bola da vez e tem sido crucial para que líderes de todo o mundo planejem e implementem mudanças para o crescimento dos seus negócios. 

E se hoje nós já estamos de olho no futuro, o que o futuro tem a nos dizer hoje? Vamos analisar algumas previsões também feitas pelo IDC

Previsão 1: 

Até 2020, a maioria das organizações mundiais vão ser guiadas por um modelo digital, transformando os mercados e reimaginando o futuro. Tudo isso através de um novo modelo de negócio com produtos e serviços digitais. 

Previsão 2: 

Até 2023, quase 1/3 das empresas que fazem parte do G2000 vai ter implementado processos operacionais digitais avançados. 

Previsão 3: 

Até 2023, 35% dos funcionários vão começar a trabalhar com robôs ou outras formas de Inteligência Artificial. Isso vai exigir de milhares de líderes bastante jogo de cintura para redefinir os processos operacionais, as métricas de performance e as estratégias de contratação. 

Diante dessas informações, o que você faria? O que sua empresa estaria disposta a adotar para se sair bem no mercado e ficar à frente da concorrência? 

Trouxemos algumas dicas que podem ajudar. 

Como fazer a empresa crescer e estar preparada para a Transformação Digital do futuro

Deixe claro quem está no poder

Para assegurar o sucesso da Transformação Digital na sua empresa, é muito importante que você defina quem vai comandar cada processo. 

Sabia que em mais de 40% das organizações em que o Digital está inserido há mais tempo é o CEO que define a visão geral das estratégias? Esse resultado é bem diferente do que encontramos ao analisar empresas com menos tempo de adoção do Digital. 

Nelas, cabe ao CIO (Diretor de TI) decidir tudo. 

Só que quando falamos de Transformação Digital nas empresas, não podemos nos esquecer de que um dos três pilares dessa revolução é a mudança nos processos operacionais. 

Ou seja, a colaboração e o trabalho em equipe são essenciais. 

Por isso, é preciso uma soma de esforços e habilidades para fazer isso dar certo. É ter num mesmo fluxo de trabalho a junção das tarefas de um Diretor de Design, Diretor de Marketing e um Diretor de TI, que juntos vão acelerar o processo de TD na empresa, unindo mix de métricas, insights de tecnologia e técnicas de marketing de consumo. 

Preencha a falta de competência técnica

Definido quem vai comandar, a atenção se volta agora para quem vai executar o trabalho. E é justamente aí que mora o problema. 

Como o comportamento dos seus clientes muda o tempo todo, é fundamental que as empresas acompanhem essa evolução na mesma velocidade. Use os dados para prever padrões de consumo e capacite os trabalhadores para conceber produtos ou serviços diferentes de tudo o que já foi feito. 

A maioria dos Diretores de TI afirma que a escassez de habilidades na área é uma principais barreiras para o desenvolvimento de soluções inovadoras. 

Esse sentimento aumenta ainda mais a importância de se criar uma cultura de aprendizado dentro da empresa. 

Uma ideia que costuma dar certo são os fóruns de discussão sobre novas tecnologias. Neles, é possível trocar conhecimentos, dados e informações exclusivas. 

Uma outra dica é investir no aprimoramento dos seus funcionários por meio de cursos digitais com foco em resultados positivos em pouco tempo. 

Iniciativas como essas ajudam a mudar o mercado e a preencher a escassez de competência técnica que existe e ainda atrapalha o surgimento de inovações disruptivas.

Prepare-se para grandes mudanças

Segundo analistas, a próxima fase da Transformação Digital não vai ser profunda, mas sim ampla. 

Um estudo da AlixPartners com o MIT concluiu que menos de 30% das empresas tem operações comerciais totalmente digitais. Mas isso deve mudar. 

A tendência do mercado agora é alcançar a transformação digital completa para melhorar as soluções e garantir resultados cada vez mais positivos. 

Escolher os agentes da Transformação Digital mais apropriados vai se tornar o caminho ideal na próxima década. Entre os mais importantes, destacamos: 

  • Os softwares de gestão que integram todos os departamentos (financeiro, administrativo, vendas, recursos humanos); 
  • As plataformas multicanais com chats, telefone e e-mails, por exemplo; 
  • Os aplicativos móveis que exploram três frentes: praticidade, mobilidade e velocidade; 
  • Os robôs que aumentam a produtividade da equipe de Atendimento. 

Resumindo: foque no processo, não nas tarefas 

O tempo de mudar é agora. Adquira os conhecimentos necessários para sobreviver à era digital nas empresas. Use dados para tomar decisões, capacite sua equipe e otimize seus processos. 

Lembre-se de que a Transformação Digital nas empresas acontece de dentro para fora. Conte com um bom trabalho em equipe, um fluxo de informações que passa de time para time, foque em processos que capturam o máximo de dados sem depender de um funcionário específico. 

Aprenda com a experiência do seu usuário e transforme os erros dos seus concorrentes em grandes oportunidades.

Assim, você evita de ficar para trás. 

“The first rule of any technology used in a business is that automation applied to an efficient operation will magnify the efficiency.” 

Bill Gates, Cofundador da Microsoft. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *